Início > Notícias > A Resposta Para Contornar A Crise? Encontrar Novos Mercados!
A Resposta Para Contornar A Crise? Encontrar Novos Mercados!


Artigo de opinião do Dr. Nuno Carvalhinha para o jornal OJE 

 

A resposta para contornar a crise? Encontrar novos mercados!

 

 

O mercado interno está em convalescença. A crise europeia afecta os nossos mercados de importação tradicionais. Espanha está em crise. França está em crise. Até o crescimento alemão é anémico. Um conselho para as PME que não que queiram enredar pela crise: encontrem novos mercados!

 

Aqui entra o Portugal 2020 e, mais especificamente, o projecto conjunto da ANPME, o Portugal Export 2020. A Associação Nacional das PME procurou encontrar, para as empresas que a ela se associarem, mercados não tradicionais e com potencial de crescimento.

 

Os fundos que o Portugal 2020 disponibiliza são uma excelente oportunidade para as empresas contornarem a crise. Com metade do investimento (até 100.000 euros) garantido a fundo perdido podem, finalmente, internacionalizar-se.

 

Contudo, de forma a garantir que esse investimento seja reembolsado é necessário que a empresa em questão aumente consideravelmente as suas exportações. Por isso mesmo a ANPME, no seu projecto conjunto, procura segmentar ao máximo os sectores de forma a conseguir o máximo de sucesso nas empresas que a ele se associarem. Os nossos parceiros identificaram a Turquia como país com potencial de crescimento para as empresas portuguesas do sector das tecnologias de informação e comunicação, Kuwait e Moçambique como destino de excelência para as construtoras e Colômbia e Rússia como mercados para exportação do calçado português.

 

No Kuwait a identificação do país como destino para a construção não é inocente. Há um rol de projectos a serem planeados e as PMEs portuguesas com capacidade e ambição de crescimento podem apanhar o comboio. De acordo com Câmara de Comércio e Indústria Árabe-Portuguesa há uma "forte pipeline de projectos de construção em sectores como o imobiliário, infra-estruturas, energia, água, petróleo e gás. Esta é uma oportunidade considerável para empresas de construção estrangeiras, constituírem a sua presença no país". São projectos orçamentados em perto de 159 mil milhões de euros. Moçambique também é um mercado com futuro. Há um forte potencial de investimento na área da habitação, estimando-se um défice de 2,5 milhões de fogos e respetivas infraestruturas de água, saneamento, energia e acessibilidade.

 

No sector tecnológico, Moçambique também está em franco crescimento, assim como a Turquia. No país africano, o governo vem preparando uma série de legislação que fornece incentivos fiscais às empresas deste sector que queiram investir no país. Já a Turquia está num processo de modernização. Procuram empresas que os auxiliem no "salto tecnológico".

 

Nunca é demais reafirmar que o Portugal Export 2020 e os apoios que disponibiliza são uma "oportunidade de ouro". Comecei este artigo sublinhando a importância da diversificação de mercados para as PMEs que queiram ser bem-sucedidas. Ao terminar, quero insistir de novo neste ponto. É preciso deixar de olhar apenas para o mercado de 10 milhões de consumidores e olhar para outro de potenciais 7 mil milhões. O futuro está aí!

 

 

Dr. Nuno Carvalhinha

 

Presidente da Associação Nacional das PME