Início > Notícias > Portugal 2020: Novos horizontes para a sua empresa
Portugal 2020: Novos horizontes para a sua empresa

 

No âmbito do projeto Portugal 2020 procura-se incrementar a capacidade exportadora das PMEs, fazendo com que estas diversifiquem os seus mercados. Este projeto, apoiado por fundos comunitários, está aberto à participação de todas as PMEs. Contudo é exclusivo de projectos conjuntos cuja promoção esteja ao encargo de entidades públicas e privadas sem fins lucrativos, de natureza associativa e cujas competências estejam especificamente direcionadas a empresas de pequena e média dimensão. O encerramento das candidaturas terá lugar no próximo dia 13 de Fevereiro.

 

Os projectos em questão terão como finalidade ações conjuntas de qualificação das PME no campo do aumento de competitividade, flexibilidade e capacidade de enfrentar o mercado mundial. Procurar-se-á analisar o mercado do país importador e estabelecer parcerias com agentes locais de forma a agilizar a internacionalização das PMEs nacionais.

 

No que toca aos incentivos ao dispor da empresa, estes corresponderão a 50% das despesas elegíveis. Pode ainda ser aplicada uma majoração para as entidades promotoras de projectos conjuntos, indo esta até 85% dessas mesmas despesas. Nos projectos conjuntos de incentivos à internacionalização, haverá um teto máximo de 7,5 milhões de euros. Cada empresa individual neste projeto pode arrecadar até 100 mil euros em apoios. Para conseguirem o pagamento completo do incentivo as PMEs deverão aumentar significativamente o indicador que diz respeito ao “Aumento do valor das exportações no volume de negócios das PME”. Note-se ainda que as empresas candidatas devem ter a sua situação regularizada junto da Autoridade Tributária, Segurança Social e Banco de Portugal.

 

Estes fundos europeus estão limitados às regiões NUTS II (Centro, Alentejo e Norte), sendo que cada empresa e projeto conjunto devem cumprir as normas de elegibilidade estipuladas. Os apoios estendem-se a todas as áreas de atividade económica e cada empresa só pode apresentar um. Todavia, as candidaturas referentes à produção de bens e serviços internacionalizáveis, que contribuam para a cadeia de valor dos mesmos e não se refiram a serviços de interesse económico geral serão observadas com uma diferente incidência.