Linha PME Crescimento Credito a Exportadoras

LINHA PME CRESCIMENTO 2015 | Crédito a empresas exportadoras

 


 

1.   Montante Global

 

O montante global da linha dirigida a empresas exportadores cifra-se nos 200 milhões de euros. 

 

Estes valores serão reavaliados periodicamente, em função da utilização, numa lógica “first come first serve”, podendo ser feitas reafetações de verbas com outras Linhas Específicas e Dotações (clique aqui para conhecer outras linhas da PME Crescimento 2015).

 

Dos valores globais destas dotações, até 10% destinam-se exclusivamente a empresas do setor primário.

 

 

 

2.   Condições a Observar pelas Empresas Beneficiárias

 

 

Condições genéricas:

 

o Preferencialmente Micro, Pequenas e Médias Empresas (PME), certificadas pela Declaração Eletrónica do IAPMEI;

 

o Localização (sede social) em território nacional;

 

o Desenvolvimento de atividades enquadradas na lista de CAEs (vide Anexo I);

 

o Não tenham dívidas perante o FINOVA

 

o  Sem  incidentes  não  regularizados  junto  da  banca  à  data  de  emissão  da contratação;

 

 

o  Situação regularizada junto da Administração Fiscal e da Segurança Social à data da contratação do financiamento;

 

o  Empresas que à data da propositura da operação detenham dívidas perante a Administração Fiscal e a Segurança Social, poderão contratar, junto do Banco proponente da operação, financiamentos intercalares, destinados única e exclusivamente à regularização destas dívidas, admitindo-se que, até 30% do crédito a conceder no âmbito da presente Linha, seja utilizado para amortização.

 

Condições específicas da Linha “Crédito Comercial a Exportadoras”:

 

o Micro, Pequenas e Médias Empresas, certificadas por Declaração Eletrónica do IAPMEI válida ou Grandes Empresas (sem certificação do IAPMEI);

 

o  Empresas industriais, comerciais ou de serviços com um volume de negócios igual ou inferior a 150 milhões de euros e que não integrem grupos empresariais cuja faturação consolidada seja superior a 200 milhões de euros;

 

o  Empresas que exportem pelo menos 10% do seu volume de negócios ou um valor superior a 100.000 euros, sendo consideradas como exportação as vendas destinadas a empresas exportadoras; no caso das empresas comerciais são consideradas para efeitos de exportações apenas as vendas para mercados externos de bens ou serviços produzidos em Portugal;

 

o  No  caso  de  grandes  empresas, a  empresa  deve,  pelo  menos,  estar  numa situação comparável à situação B-, em termos de avaliação de crédito;

 

o Situação líquida positiva no último exercício.

 

3.   Operações Elegíveis e Não Elegíveis

 

Operações Elegíveis: 

 

- Operações destinadas exclusivamente ao financiamento das necessidades de tesouraria.

 

Operações Não Elegíveis:

 

- Reestruturação financeira e/ou consolidação de crédito vivo;

 

- Operações destinadas a liquidar ou substituir de forma direta ou indireta, ainda que  em  condições diversas, financiamentos anteriormente acordados com  o Banco, exceto os destinados à liquidação de operações de crédito contraídas junto do sistema financeiro, nos 3 meses anteriores à data da sua contratação, para regularização de dívidas à Administração Fiscal à Segurança Social, até um total máximo de 30% da operação de crédito a contratar no âmbito da Linha;

 

- Aquisição de  ativos financeiros, terrenos, imóveis, bens  em  estado de  uso, viaturas ligeiras que não assumam o caráter de “meio de produção” e veículos de transporte rodoviário de mercadorias adquiridas por  transportadores rodoviários de mercadorias por conta de terceiros; no entanto, as empresas beneficiárias que  desenvolvam atividades enquadradas no  setor  primário, nomeadamente Agricultura, Pecuária, Silvicultura e Industrias Extrativas, poderão adquirir terrenos e imóveis, desde que os mesmos sejam, comprovadamente, destinados à atividade produtiva da empresa.

 

 

- Operações  financeiras  que  se  destinem  a  atividades  relacionadas  com  a exportação para países terceiros e Estados-Membro, nomeadamente a criação e funcionamento de redes de distribuição.

 

4.   Montante Máximo por Empresa

 

Linha  Montante (Euros)
   
Crédito Comercial a Exportadoras 1.000.000


5.   Prazos máximos de amortização

 

Esta crédito especificamente dirigido a empresas que desejem investir na exportação tem prazos máximos de amortização de 1,2 ou 3 anos. 

 
 
6.   Taxa de Juro a Suportar pelas Empresas
 
 

% GM

Linha

Escalão

Spread Global do Banco

 

 

60%

 

 

 

“Crédito Comercial a Exportadoras”

PME Líder

3,000%

A

3,100%

B

3,900%

C

4,300%

 

A taxa de juro nominal aplicável nunca será inferior ao valor do spread.

 

 Clique aqui para aceder à informação completa sobre a Linha PME Crescimento 2015