Gab. Qualidade e Ambiente

Gabinete de Qualidade e Ambiente 


 

 

Um dos principais factores que concorrem para a competitividade das empresas e das organizações nos mercados globais é o desenvolvimento e implementação de sistemas de gestão da qualidade e ambientais eficazes. 

 


 

Neste contexto a ANPME desenvolveu para os associados o SELO DE QUALIDADE ANPME, ,resultado do trabalho de pesquisa realizado com o objectivo de identificar as melhores práticas utilizadas pelas organizações nas áreas do planeamento estratégico, planeamento e gestão de pessoas e processos, controlo, gestão da qualidade e satisfação dos clientes.

 

As informações recolhidas foram sistematizadas gerando um documento com elementos teóricos e práticos sobre as diversas temáticas e com indicações para os gestores das organizações, com base neste referencial metodológico, de como utilizá-los para melhorar a gestão dos seus negócios.

 

O presente manual pretende disponibilizar às organizações uma metodologia segura para melhorar a condução dos seus negócios e aumentar a satisfação dos seus clientes, num mercado globalizado e altamente competitivo que tem sido objecto de contínuas transformações.

 

A ideia de um “Manual de Boas Práticas” é contribuir para que os gestores das PME’s, após reflectirem sobre a administração das suas organizações, desde a definição estratégica até aos programas de controlo, disponham de metodologias adequadas que contribuam para a melhoria contínua dos seus processos. Para tal, procurou-se abordar os temas de forma simples, sem desprezar a teoria, e evidenciar algumas práticas de sucesso comprovado

 

 

Outros Serviços Disponíveis: 

  

HACCP –  Sistema de Gestão de Segurança Alimentar


 

O Sistema de Análise de Perigo e os Pontos Críticos de Controlo (HACCP) é uma abordagem sistemática e estruturada sobre o processo produtivo dos alimentos que permite obter produtos com elevada segurança. Permite-lhe demonstrar o compromisso com a segurança alimentar e os seus clientes, reforçando a sua imagem perante estes.

 

ISO 22000


 

A implementação do Sistema de Segurança Alimentar ISO 22000 abrange os requisitos-chave de padrões e programas de segurança alimentar existentes (programas de pré-requisitos específicos do setor (PPR), HACCP e as etapas de aplicação do Codex). O objectivo desta  norma Internacional é harmonizar, a nível global, os requisitos para gestão da segurança alimentar pelos operadores da cadeia alimentar. É uma norma reconhecida internacionalmente e que certifica a segurança e qualidade dos produtos fornecidos.

 

 

BRC


 

A norma global do British Retail Consortium (BRC) é de carácter obrigatório para os fornecedores do retalho no Reino Unido. É um processo que tem como base as auditorias aos fornecedores de produtos dos grandes grupos retalhistas. A adopção deste referencial alargou-se além fronteiras possibilitando dessa forma uma diminuição do número de auditorias já que este referencial uniformiza os critérios de avaliação. É uma norma reconhecida internacionalmente e que certifica a segurança e qualidade dos produtos fornecidos. 

 

 

IFS – Qualidade /Segurança Alimentar


 

O IFS (International Featured Standard) foi desenvolvido por empresas retalhistas alemãs, italianas e francesas para estabelecer requisitos de auditoria a fornecedores de produtos alimentares permitindo a uniformização dos critérios de avaliação. É uma norma reconhecida internacionalmente e que certifica a segurança e qualidade dos produtos fornecidos.

 

 

ISO 9001 – Qualidade


 

A ISO 9001 é um referencial internacional de gestão da qualidade, aplicável a todas as organizações, independentemente da dimensão ou sector de actividade. A Certificação do Sistema de Gestão da Qualidade de acordo com a norma ISO 9001 demonstra o compromisso das organizações com a Qualidade e satisfação dos seus clientes.

 

 

ISO 14001 – Ambiente


 

ISO 14001 é a norma internacional para um sistema de gestão da qualidade ambiental. É aplicável a todas as organizações, independentemente da dimensão ou sector de actividade, e demonstra o envolvimento ambiental, que seja reconhecido pelas entidades regulamentares, pelos consumidores e por outras partes interessadas.